quarta-feira, 13 de abril de 2011

I never wanted you to leave

I never wanted you to leave
I wanted you to stay here holding me

 Tio ? Consegues-me ouvir ? Eu sei que não estas aqui ,o teu corpo não esta aqui , mas quando sinto uma brisa ainda acredito que es tu a dizer-me ‘olá’ , quero acreditar que não te perdi para sempre , que não foste embora de vez e me deixas-te aqui sozinha , quero acreditar no impossível , falo contigo mas não ouço resposta , onde estas ,porque que me deixas-te ?

 Ela era pequenina , era uma criança feliz , só podia ao viver a infância que estava a viver , ela confiava nele mais do que em qualquer outra pessoa , ouvia com muita atenção cada palavra que ele lhe dizia , cada uma era uma lição de vida , estava a prepara-la para quando tivesse na altura de enfrentar o mundo ela via-o como um heroi , admirava cada traço do seu rosto enquanto lhe falava , contava-lhe historias para adormecer , ensinou-a a dar os primeiros passos , ouviu a sua primeira palavra , era ele que a levantava sempre que caia , explicou-lhe  que a vida é como andar de baloiço e balançava-a cada vez com mas força para ela aprender a não ter medo de ir mais alto porque ele ia estar lá para a segurar, cantava-lhe ao ouvido todos os dias antes de se irem deitar , quando algo não estava bem ele agarrava-a entre os seus braços fortes e simplesmente acariciava-lhe o cabelo , não precisava dizer nem uma palavra , porque ela sentia que ali estava segura , que nada lhe podia tocar , nada a podia magoar , ele ia protege-la , sim , ela sabia . Mas o tempo passa ,e aquela pequena menina cresceu , e seguiu o seu caminho , foi descobrir novos caminhos , foi á procura de aventura e apesar de se lembrar todos os dias dele simplesmente já não tinha tempo para o ir visitar , ou escolhia-o assim ,dizia sempre que ficava para amanha , nunca pensou que amanha podia ser tarde demais , podia já não haver um amanha para eles.
Desculpa não ter estado mais presente , desculpa não ter dado valor quando pode , mas sabes , deste-me a melhor infância que podia desejar , aquela que todas as crianças sonham e que todas deveriam ter , eu tive e acredito que isso conta muito se sou a pessoa que sou hoje . Tenho o meu feitio , tenho os meus dias , temos todos , isso não faz de mim melhor ou pior que ninguém , quando todos me apontavam o dedo tu eras o único que se sentava ao pé de mim e tentava perceber como EU me sentia , sei que nunca gostas-te de me ver chorar , dizias-mo imensas vezes , mas desculpa se não sou forte o suficiente para prender as lágrimas dentro de mim cada vez que a saudade aperta , são lágrimas de sangue as que deito por ti ! Ainda te conto todos os meus dias , todos os meus problemas e imagino o que irias dizer , imagino-te aqui a dizer vezes seguidas que vai correr tudo bem .
Sei o homem que eras , mas também sei que mudas-te por mim , pela tia , mudas-te e tornaste-te o homem mais perfeito , o MEU HOMEM PERFEITO , eras e vais ser sempre um orgulho , o meu refugio , o meu ponto de abrigo :$
Custa dizer adeus , ainda custa entrar na casa que vivias sem inconscientemente as lágrimas escorrem pela minha cara , deixando-me quase sem conseguir respirar , e quando viro costas ainda digo entre soluços ‘até já titi’ , só queria poder ter mais um dia ao teu lado , poder dizer tudo que não disse , ler –te os poemas que me escreves-te e guardei sem olhar , gritar VOLTA , porfavor volta  , como no ultimo segundo que me despedi de ti , volta .
Onde quer que estejas eu sei que estas a olhar por mim , és o meu ídolo , o meu herói ,o homem da minha vida  , dava a nha vida por ti , cheguei ate a querer trocar , queria ser eu a deixar o mundo se podesses continuar ca , porque não sou forte como tu para aprender a viver sem ti e dói cada vez que penso , cada vez que lembro , cada noite que passa sem te poder dar um beijinho na bochecha , fechar os olhos e pela manha quando os abrir ver-te la , fazes-me tanta falta ,não imaginas , tu ai , eu aqui , mas nunca longe ,nunca separados , basta fechar os olhos e consigo ver-te , nunca te esqueças que te amo com todas as forças possíveis e isso NUNCA vai mudar . Espero bem que sejas a primeira pessoa que eu veja quando chegar ai *.*
              É um até já, não um adeus .
I know you're in a better place,
But I wish that I could see your face,
I know you're where you need to be
Even though it's not here with me

19 comentários:

  1. Já tou a seguir. Segues o meu? :) bjs

    ResponderEliminar
  2. amo este blog é uma delicia ler e tem um design unico! estou a seguir :D

    ResponderEliminar
  3. adorei o blog , e estou a seguir (:
    força *.*
    beijinho *

    ResponderEliminar
  4. que texto lindo :o
    gosto do teu blog, sigo *

    ResponderEliminar
  5. Gostei muito do teu blog, se quiseres vem espreitar o meu :b
    http://lucianapacifico.blogspot.com/
    bjs

    ResponderEliminar
  6. aSilvia, seu texto me pôs a pensar.

    A pensar nas pessoas que perdi e a ter pânico em imaginar que ainda corro riscos de perder.

    Porque assim é a vida, um caminho por vezes com linda paisagem onde pisamos em um gramado com leveza, outra um caminho por vezes tortuoso, com pedras e espinhos que nos ferem e nos sangram os pés descalços. Este caminho, sempre nos leva ao seu limite, a morte.

    É rude, mas a morte é a única certeza que temos na vida. E todos passaremos por ela e os que gostamos também e é, tenho quase certeza, muito mais doloroso para quem fica.

    Contanto, eu acredito, não estou aqui para confortar, sou péssimo em confortar pessoas, somente digo o que penso, sempre. Não sou religioso, mas acredito em mistẽrios e por acreditar em mistérios que desconfio que seu tio pode sim sentir tudo isto que ainda trazes contigo tão intensamente sobre ele.

    Desconfio que ele ainda ouve tudo aquilo que conta todos os dias e me pergunto se quem partiu consegue sentir as mesmas saudades. Porque a impressão que tenho desta minha desconfiança é se eles podem nos ver e somente nós não podemos vê-los.

    Uma coisa não desconfio, tenho certeza, ele não ia querer esta troca que propôs, se ele lhe deu a melhor infância, também deseja dar-lhe o melhor da vida. Essa vida que sim, tantas e tantas vezes nos cansa.

    A morte pode vencer tudo e todos aSilva, só não pode vencer os sentimentos verdadeiros. Estes são imortais.

    ResponderEliminar
  7. Sentimentos verdadeiros... raríssimos, mas imortais.

    ResponderEliminar
  8. obrigada por seguires :)
    deixo aqui um desafio:
    http://lucianapacifico.blogspot.com/2011/04/selo-oficial-just-smile.html

    ResponderEliminar
  9. Gostei do blog!

    Estou a seguir! =)

    ResponderEliminar
  10. gosto do blog :)
    sigo-te, segue-me também *

    ResponderEliminar
  11. » gosteii do bloog, vou seguiir, segue tambem se gostarees (;

    ResponderEliminar
  12. Muito bom, consegues transmitir mesmo bem aquilo que sentes :)
    Vou seguir*

    ResponderEliminar
  13. Amei mesmo o texto, fez-me pensar !

    ResponderEliminar